Muitas empresas dizem que o bem mais precioso da organização são as pessoas. Elas realmente deveriam pensar desta maneira, já que máquinas e equipamentos, mesmo que muito modernos, não fazem nenhum tipo de trabalho sem que um ser humano o comande, ou seja, não existe instituição sem o trabalho de pessoas.  

Porém, os trabalhadores nem sempre são tratados em primeiro plano pelas organizações e uma das principais funções do profissional de rh é fazer o intermédio entre o lado da empresa e do funcionário. Para ter sucesso nesta carreira é preciso investir no ensino à distância e treinamentos. Não dê desculpa de estar sem tempo, hoje existem cursos online na área de Gestão de Pessoas de ótima qualidade que darão um impulso na sua profissão e o melhor, você poderá adapta-los à sua rotina e estudar de onde e quando quiser.

O profissional que cuida da gestão de pessoas deve realizar trabalhos burocráticos e saber lidar com seres humanos que ocupam desde as funções menos valorizadas até o mais alto escalão da empresa e não se engane, estas tarefas são bem complexas.

Para ajudar você que se interessa por esta carreira promissora ou já trabalha neste ramo, preparamos este artigo com 5 dicas infalíveis para se tornar um profissional de RH cada vez melhor.

1. Busque ser amável com as pessoas sempre

Como o próprio nome sugere, a área de recursos humanos lida diretamente com humanos e não tem como fugir disto. Em alguns momentos você terá de cumprir tarefas mais operacionais como preencher documentos, gerenciar sistemas internos de RH e toda a papelada referente ao departamento pessoal. Mas, na maior parte do tempo, sua tarefa será lidar com as pessoas. Mesmo que você ainda não trabalhe na área de gestão de pessoas, com certeza na sua vida pessoal e profissional já deve ter notado o quanto isto é difícil.

Existirão dias em que o funcionário chegará revoltado para reclamar com você daquele desconto do contracheque que está correto e você já explicou dezenas de vezes. Outro, chegará pedindo para que você dê baixa na carteira de trabalho porque está estressado com o líder e em algumas ocasiões, os próprios diretores pedirão seu conselho sobre se devem ou não cortar o plano de saúde dos colaboradores para conter gastos.

Nestas horas, você, como profissional de rh, deverá ser amável com todos e é essencial que tenha três qualidades para lidar com pessoas:

Paciência - Para explicar aos colaboradores todas as informações pertinentes a área de recursos humanos e repeti-las quantas vezes forem necessárias até ele entender;

Coragem - Para enfrentar líderes com intenção de abusar de sua autoridade dentro da organização prejudicando o direito de outros trabalhadores. Exemplo: quando o líder solicitar que o colaborador faça horas extras e depois pedir para que não acrescente o adicional de 50% no contracheque;

Discernimento - Para poder “julgar” se o lado da empresa ou do funcionário é o correto em cada situação. Dentro da organização não existe vilão nem mocinho e é preciso cautela para saber qual deles defender em cada situação.

É bem importante lembrar que pessoas não são máquinas, haverá dias que aquele funcionário muito produtivo estará com problemas familiares e mal conseguirá fazer suas funções. Há uma crença que um bom colaborador sabe separar o lado pessoal do profissional, mas na verdade isto é um mito. Não existe em nós uma chave onde ligue o lado profissional e desligue o pessoal para a hora do trabalho. Todos carregamos nossas dificuldades, problemas e sonhos para onde quer que formos. É muito importante também se capacitar cada vez mais e sempre realizar cursos EAD.

Mas é claro que tudo tem os dois lados e é preciso observa-los com cuidado. Se um problema externo afeta seu funcionário apenas alguns dias é normal, mas é bom estar a par da dimensão desta dificuldade e ficar ciente se ele não está se aproveitando do ocorrido para deixar de produzir. Talvez seja bom você convidá-lo para uma conversa a fim de descobrir realmente o que está acontecendo e expor o posicionamento da empresa. Se ele estiver com problemas pessoais sérios é importante deixar os lideres cientes e buscar uma solução boa tanto para a instituição quanto para o empregado.

Cursos relacionados que podem te interessar:

2. Monte estratégias em parceria com a diretoria da empresa

O profissional de recursos humanos responsável pela empresa deve ter uma ligação direta com a diretoria e grandes líderes. Isto porque, conforme falamos anteriormente, não há como existir uma empresa sem que haja profissionais trabalhando nela. Porém, não basta apenas que pessoas “batam o cartão”. Para que a instituição tenha sucesso, é preciso manter os melhores colaboradores na organização e você só conseguirá isto, criando boas estratégias de retenção de talentos.

Uma ótima dica é sempre ficar atento ao que os colaboradores discutem entre si, aquela famosa “rádio peão” e depois levar as melhores sugestões aos diretores responsáveis. Pense sempre no que fará com que os funcionários trabalharem felizes e não desejem procurar emprego em outro lugar. Podem ser medidas como:

Plano de carreira: o ser humano necessita de mudanças e desafios e você precisa manter as pessoas que já conhecem a empresa ali dentro, montar um plano de carreira é uma ótima dica para que o funcionário não se acomode e permaneça no seu time. Exemplo: um empregado que entrou na empresa como auxiliar administrativo, após dois anos na função pode fazer uma avaliação para ser assistente administrativo e depois de um período outra prova para se tornar técnico administrativo. Cada mudança de cargo deverá ser registrada na carteira de trabalho juntamente com um aumento de salário. É fundamental que os trabalhadores conheçam o plano de carreira, isto fará com que se empenhem em crescer e trabalhem motivados. Para conhecer outras estratégias de desenvolvimento de carreira, invista em um bom curso de rh online.

Benefícios: nós sabemos como é precário o tratamento pelo SUS (Sistema Único de Saúde), oferecer um bom plano de saúde ao seu colaborador é um diferencial que vai fazê-lo pensar duas vezes caso receba outra proposta de trabalho. Cesta básica, vale transporte e refeição são outras vantagens que farão com que seu funcionário permaneça na empresa e trabalhe mais feliz.

Ambiente de trabalho positivo: todos os benefícios citados anteriormente são ótimos, porém mesmo com todas estas vantagens, ninguém permanecerá na instituição por muito tempo se for maltratado por um superior. Um bom profissional de rh deve conversar com muita cautela com os líderes a respeito disto e até citar caso haja reclamações constantes dos empregados. Outra ótima dica é aconselhá-lo a fazer o curso online Liderança para aprender novas técnicas.

Também é muito importante que o gestor de recursos humanos conheça a empesa como um todo. É essencial que ele saiba quais são os clientes e como anda a situação financeira da empresa para que pense nas estratégias mais corretas a serem seguidas. Imagine se a organização está em crise e ele desconhecer este fato. A diretoria pode estar planejando demissões e ele pode apresentar um projeto com benefícios caríssimos. Por isso, mantenha-se informado sempre.


Outra questão é que mesmo que você esteja ciente de que a empresa passa por momentos financeiros difíceis, terá de manter a ética profissional. Um exemplo bem simples disto é o exame periódico que deve ser feito ao menos uma vez por ano e pode prevenir a instituição de ações trabalhistas. Analise bem: dependendo da quantidade de funcionários que a organização possuir, ela poderá até economizar um bom dinheiro se deixar de realizar os exames. Mas e depois? Uma ação trabalhista com certeza trará um prejuízo muito maior para os cofres da empresa. Tenha este pensamento em mente e converse com os diretores.

3. Aprenda a lidar com a parte burocrática

Normalmente os profissionais de gestão de pessoas não se agradam muito desta parte do trabalho, mas não tem jeito, para ter sucesso em sua profissão, você também deverá saber lidar bem com a parte burocrática dos recursos humanos.

Você terá de fazer processos como:

• Negociações com o sindicato;

• Fechamento da folha de pagamento mensalmente;

• Agendar e fazer recibo de férias trabalhistas;

• Organizar as pastas de arquivos dos colaboradores;

• Agendar exames médicos de admissão, demissão e periódicos;

• Analisar currículos;

• Alimentar softwares de gestão de pessoas como o Folhamatic com informações dos colaboradores;

• Acompanhar a legislação trabalhista, entre outros;

Por isto é imprescindível que o profissional sempre busque conhecimento na área, um ótimo treinamento é o curso online Gestão de Recursos Humanos, você também pode fazer o curso online Departamento Pessoal, com estes cursos de rh online você aprenderá a lidar com todas as rotinas trabalhistas  de uma organização e não precisará nem sair de casa.

4. Seja muito detalhista no seu trabalho

É muito importante que o gestor de recursos humanos seja extremamente detalhista no seu trabalho. Ele poderá usar esta qualidade em vários momentos no dia a dia da empresa, como na hora de fazer recrutamento e seleção de pessoal. Observar detalhes como temperamento emocional dos entrevistados e suas habilidades técnicas são essenciais para o profissional de recursos humanos.

Exemplos: se você notar que o entrevistado tem características de liderança aguçada e terá problemas em se relacionar com o superior daquele setor, talvez seja mais vantajoso encaixá-lo em outra vaga, ou se tiver que encontrar um gerente e perceber que ele não tem um mínimo de autoridade, é preciso continuar à procura de alguém que se enquadre melhor naquele perfil. Os líderes modernos não abusam de sua autoridade com os colaboradores, mas é preciso que a pessoa que assuma esta função saiba delegar tarefas e comandar sua equipe com jeito.

O lado técnico do entrevistado também deve ser analisado com cautela, mas atualmente muitas empresas preferem buscar pessoas com o temperamento mais parecido com a política da empresa do que alguém com todas as habilidades técnicas necessárias para preencher aquela vaga, isto porque com treinamentos e cursos online, ela poderá aprender o conteúdo necessário para se adequar a instituição, mas será muito difícil a organização mudar a personalidade daquele indivíduo.

Outra situação que o profissional de RH precisa ser detalhista e organizado é na hora de fazer o fechamento de folha de pagamento dos colaboradores. Exemplo: alguém faltou, trouxe atestado médico e você esqueceu de lançar no sistema interno da empresa e aquele dia é descontado do holerite do funcionário. No mínimo você terá um problema sério para resolver, por isto, toda atenção é pouca para um gestor de recursos humanos.

Os certificados do Centro de Estudos e Formação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

5. Conheça muito bem todas as áreas da empresa que trabalha

Conhecer bem a organização em que você trabalha te ajudará a ser um profissional cada vez melhor. Isto porque na hora da busca por um trabalhador para preencher determinada vaga, você saberá mais ou menos as características que ele deverá possuir para ter um bom desempenho em suas futuras funções.

Exemplo: o diretor pede que você procure alguém para trabalhar na liderança do setor industrial “B” da empresa. Aí chega para você o currículo de um garoto de 20 anos com experiência de 1 ano como líder na empresa de seu pai. Porém, você conhece a empresa e sabe que naquele setor trabalham 20 homens com faixa etária entre 45 e 50 anos. Há sim a possibilidade do Gabriel ter muita maturidade e ir bem na função. Mas, há também uma grande chance de ocorrer um “choque de gerações” e os profissionais que já trabalham na organização sentirem um mau estar, por uma pessoa que teria idade para ser filho deles assumir um cargo de autoridade e ter de receber ordens dele. Neste caso, se o currículo realmente te agradar é essencial chamá-lo para uma entrevista e tentar observar se ele tem as características de um líder para aguentar este tipo de pressão.

Ainda falando da hora da entrevista, as pessoas perguntarão detalhes sobre a função que irão exercer se forem aprovadas e nesta hora, quanto melhor você souber explicar, ela terá uma visão mais bacana da organização. Lembre-se que este é um dos primeiros contatos do entrevistado com a empresa, se você parecer perdido com certeza ele perceberá e será um ponto a menos para a instituição.

Converse com os líderes de produção, vendas, administrativo, etc e absorva todas as informações possíveis. Outra ótima dica é jamais contratar alguém sem o aval dos responsáveis do setor, assim se depois de alguns meses eles se arrependerem da contratação a culpa não cairá em cima de você.

Dica Extra: busque aperfeiçoamento

Diariamente surgem novas técnicas, softwares e formas de melhorias. Se você não buscar aperfeiçoamento, corre sério risco de ver sua carreira afundar. Por isto não perca tempo, procure melhorar sempre, compareça a eventos de gestão de pessoas, faça curso de rh online ou  cursos online na área de departamento pessoal, palestras e treinamentos da área.

Ao notar o seu interesse em sempre oferecer o melhor trabalho à empresa, seus líderes observarão o seu esforço e você poderá ganhar ótimas recompensas como uma promoção de cargo. Além disso, devido à crise que passamos atualmente, as organizações infelizmente estão diminuindo cada vez mais o quadro de funcionários e se o desemprego bater na sua porta ter um currículo com muitas qualificações será um ótimo diferencial para você. Conheça o curso online Gestão de Recursos Humanos e faça a sua inscrição. Ele te ajudará muito na tarefa de ser um ótimo profissional desta área.

E você? O que faz para ser um profissional de RH diferenciado? Deixe o seu comentário, nós do Centro de Estudos e Formação adoraremos te responder.