O que é plano de marketing e como montá-lo passo a passo? Quais as melhores estratégias a considerar, os objetivos a definir e as análises que devem ser feitas? Essas são questões básicas que envolvem esse processo fundamental para qualquer organização, afinal, é impossível sobreviver sem as tendências e metas mercadológicas.

Como um cronograma organizado por etapas, o plano de marketing apresenta muitas fórmulas a seguir, baseadas nas metas de cada empresa. Sua formação se dá tanto para realizar um novo projeto quanto para otimizar ou corrigir uma atividade já existente, tudo depende de uma série de tendências e avaliações que acontecem antes, durante e após o procedimento.

Visto esse cenário, soa bastante complexo para muitas pessoas entender o que é plano de marketing e toda a sua estrutura. Porém, com o auxílio de bons conteúdos, como os de cursos online, é possível compreender e colocar em prática. Você sabia que há materiais voltados especificamente para esse tema?

Pois é, um exemplo é o Curso Online Plano de Marketing, destaque do Centro de Estudos e Formação. Formulado por uma equipe pedagógica exclusiva, apresenta tópicos relevantes sobre o assunto e contribui de forma positiva para sua formação. Vale a pena contar com esse material e considerar o estudo com os cursos a distância, meios práticos e flexíveis de adquirir conhecimento em várias áreas.

A partir desse curso online, preparamos este artigo para falar mais sobre marketing para empresas e seu planejamento. Entenda detalhadamente como se dispõe cada etapa, anote todas as dicas e não deixe de se qualificar no tema.

Objetivos do plano de marketing

Vender mais, promover um produto, melhorar o posicionamento, lançar um e-commerce... Você pode ter muitas ideias ao montar um plano de marketing, mas se não delimitar claramente quais são seus objetivos, são grandes as chances de desastre logo nas primeiras etapas do cronograma – afinal, qual o sentido de produzi-lo se você não tem um foco definido?

Pois é, "atirar para todos os lados" está longe de ser a meta principal. É necessário criar um planejamento com boas estratégias para alcançar o resultado desejado. Além disso, você otimiza o tempo, tem melhor controle e total organização. É claro que todos querem colher bons frutos em todos os setores, porém é preciso dar um passo de cada vez.

Um exemplo prático de objetivo do plano de marketing é quando o empreendedor deseja converter e aumentar sua base de contatos. Para isso, a análise preliminar deve contemplar o cenário atual e verificar todos os fatores atrelados a essa ação (perfil das personas, produtos que podem ser promovidos, ferramentas de divulgação, avaliação da concorrência, etc.). Com esse estudo, é possível formular as estratégias, que podem ter foco no marketing de conteúdo, no marketing de atração, em publicidade, no ganho de um brinde mediante cadastro, entre muitas outras.

É fundamental destacar que os objetivos também devem ser tangíveis e alcançáveis. Pensar em algo surreal e impossível de praticar em determinado prazo só prejudicará o plano e deixará todos desanimados. Não é por menos que antes de pensar em objetivos e metas é inerente alimentar outras etapas do planejamento de marketing. Vamos falar sobre algumas delas, lembrando que todas as fases são descritas claramente em nosso curso online relativo.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Demanda de mercado

Se é um dos papéis principais do marketing entender as tendências e variações do mercado, os profissionais responsáveis pelo planejamento devem se voltar ao conceito de demanda – o que influenciará nos objetivos, estratégias e até no controle do cronograma.

Demanda é o volume total que seria comprado por determinado grupo de clientes, considerando um período definido, uma área geográfica específica, em um ambiente e programa de marketing estabelecido. A demanda pode ser negativa, inexistente, latente, em declínio, plena, irregular, indesejada ou excessiva.

Pois é, existe uma série de variáveis que podem se modificar conforme os artifícios de marketing praticados pela empresa. Se uma demanda é negativa, vale a pena pensar em estratégias de valor e atração para que o produto/serviço ofereça uma solução melhor ao problema do consumidor. Além disso, vale redefinir sua identidade visando criar uma imagem positiva, bem como pensar em propagandas mais impactantes.

A demanda de mercado tem ampla relação os campos de administração e economia também, temas de muitos cursos online com certificado do Centro de Estudos e Formação. Vale a pena conhecer para ampliar seus conhecimentos em todo o planejamento de marketing.

Ciclo de vida do produto

Já o ciclo de vida do produto (CVP) refere-se ao conceito de obsolescência planejada – recurso de consumo amplamente estudado em cursos a distância da área de economia e sociologia - em que todo produto é fabricado seguindo quatro fases gerais: introdução/apresentação (lançamento no mercado, ainda com poucas vendas e reconhecimento); crescimento (aceitação no mercado e percepção da concorrência); maturidade (lucro estável e baixo crescimento de vendas); declínio (vendas e lucros em queda, além da perda de espaço no mercado).

Embora as ações de marketing sejam organizadas em todas as fases, é no declínio que suas estratégias ganham forças, afinal, é difícil alguma empresa abrir mão de uma opção que já rendeu muitos benefícios e tem bom posicionamento. Sendo assim, algumas artimanhas a considerar incluem a mudança no design, na identidade e em todos os detalhes da marca, a reformulação de seus componentes, a substituição por uma opção similar ou demais táticas baseadas em pesquisas e na necessidade dos consumidores.

Você sabia? No Curso Online Marketing‍ você confere abordagens aprofundadas acerca desse tema, assim como em diversos cursos online ligados à área de comunicação do portal.

Composição do mix de marketing

Já ouviu falar nos 4 Ps do marketing? Esse composto foi proposto pelo especialista Philip Kotler, definido por ele como as ferramentas mais efetivas para o controle da empresa, a compreensão das necessidades dos clientes e como auxílio para atingir os objetivos – tanto que são primordiais a todo plano de marketing para empresas.

Análise do produto

O produto é o primeiro item dessa composição, como tudo aquilo que deve ser oferecido para atender uma demanda/desejo e solucionar um problema do consumidor. Pode ser desde um bem até um serviço, ideia, experiência, lugar, informação, etc.

Em relação à análise de produto, geralmente um dos objetivos do planejamento de marketing tem base na reformulação e no posicionamento de determinadas opções no mercado, considerando o ponto de vista dos responsáveis/especialistas e do público. Esse composto remete diretamente ao ciclo de vida de produto que já falamos anteriormente.

Análise do preço

O composto de preço e sua análise abraçam uma série de variáveis, afinal, não é uma tarefas simples dar um valor de mercado a um produto. Como a única parte que gera receita, é interessante se basear em aspectos como posicionamento, concorrência, qualidade, diferencial e até em promoções para definir qual é o mais indicado. Embora a meta global seja de forma direta ou indireta à maximização do lucro, há de se considerar também outros objetivos, como o aumento da participação no mercado e o crescimento em determinado nicho.

plano de marketing

Análise da distribuição/praça

Praça é todo o canal de distribuição na qual o produto passa, de sua fabricação até o consumo final. É um sistema organizado que inclui também os pontos de venda em que o item ficará exposto – o que afeta diretamente no volume de vendas, visto fatores como posição, técnicas de vendas e demais abordagens.

A análise da distribuição tem forte coligação com o campo da logística e da administração, campos que participam ativamente de todo o plano de marketing. Portanto, quem atua nesses ramos deve ter ciência de como ocorre e em quais partes podem agregar seus conhecimentos ao cronograma.

Análise da comunicação/promoção

Por fim, o composto de promoção diz respeito a toda a comunicação que será praticada para divulgar o produto no mercado. Não basta apenas criá-lo e disponibilizá-lo ao cliente, é primordial pensar em estratégias voltadas à propaganda, vendas pessoais, promoção de vendas e relações públicas, os recursos principais de uma análise de promoção, conforme indica Kotler.

Com o domínio de todos esses métodos, fica mais fácil elaborar um plano de marketing para empresas cada vez mais consistente. Considere o Curso Online Plano de Marketing para te dar um ótimo embasamento sobre todos esses termos, com certeza será de grande valia para sua formação profissional e seu negócio.

Posicionamento competitivo

Al Ries e Jack Trout, autores do livro "Posicionamento: a batalha para sua mente", revelam conceituados parâmetros acerca do posicionamento competitivo em marketing. Para os especialistas, esse termo é definido como o lugar que um produto ocupa na mente do consumidor, ou seja, o quanto se distingue dos similares e apresenta informações claras a sua persona – geralmente por um diferencial.

Existem várias marcas que apresentam um posicionamento competitivo admirável, geralmente aquelas em que o nome já se sobrepõe a sua utilidade. A esponja de aço Bombril é uma delas, assim como o Cotonete da Johnson & Johnson – que na verdade são hastes flexíveis para limpeza –, o Leite Moça da Nestlé, dificilmente tratado como leite condensado, e a gigante Coca Cola – ícone no nicho de bebidas no mundo inteiro.

Ainda segundo os autores, as ações mais indicadas para garantir um bom posicionamento incluem: segmentar o mercado, entender o comportamento de seu público-alvo/buyer persona, investir em publicidade com linguagem voltada para cada canal, criar vantagens competitivas, entre outras.

Estratégias e táticas

Assim como a meta e os objetivos, as estratégias são parte fundamental de um planejamento de marketing, estruturadas seguindo uma ou diversas matrizes analíticas, baseadas em questões voltadas à ação principal do cronograma e em todas as etapas anteriores do mesmo. Reais, palpáveis e racionais, devem ser também frequentemente acompanhadas, revistas ou alteradas de acordo com as respostas e resultados alcançados.

Os certificados do Centro de Estudos e Formação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Matrizes analíticas

Destacamos três matrizes analíticas que são utilizadas em praticamente todos os planos como apoio e definição às estratégias:

SWOT/FOFA

Forças (Strengths), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats) formam essa análise criada na década de 1960 na Universidade de Stanford (EUA). É um método utilizado tanto no plano de marketing quanto em qualquer planejamento estratégico de administração. Além de avaliar quais são os termos principais propostos pelo estudo, ainda é importante para formulação das estratégias, avaliar e controlar o cenário, antecipar movimentos e ações e influenciar diretamente nas tomadas de decisão.

S.M.A.R.T

A S.M.A.R.T se aplica às táticas utilizadas no plano de marketing e também a seus objetivos e metas. É um esquema proposto pelo grande especialista Peter Drucker e pondera cinco principais características – as estratégias devem ser específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais.

BCG

Já a matriz BCG deriva de um sistema do especialista Bruce Henderson, criado para a empresa estadunidense Boston Consulting Group na década de 1970. É um pouco mais complexa que as anteriores, porém apresenta disposições que fazem toda a diferença nas decisões voltadas ao campo mercadológico e de vendas.

O primeiro conceito é o ponto de interrogação, referente a fase inicial de um produto que tem chance de ter boas taxas de crescimento e posicionamento no mercado ou vir a ser um fracasso – o que mudará o cenário serão os artifícios de marketing voltados a sua promoção.

O segundo aspecto é conhecido como estrela, os produtos que têm boa colocação e são líderes em seu segmento, com potencial de se tornarem vacas leiteiras – o terceiro conceito da matriz BCG -, aqueles que dão ótimo retorno, alta lucratividade e já estão estabelecidos no mercado. O último termo é tratado como animal de estimação ou abacaxi. São produtos com baixa participação e que não rendem mais à empresa. Ou são reformulados ou descartados de vez.

Perceba que essa matriz faz uma analogia interessante com o ciclo de vida dos produtos. Já em termos gerais, você pode aproveitar as três matrizes juntas na criação de seu plano de marketing para empresas. Elas podem ajudar em várias etapas, assim como os cursos online com certificado oferecidos pelo Centro de Estudos e Formação.

Controle e análise quantitativa

Pode parecer complicado, mas desde que você obedeça todas as fases, o planejamento fica cada vez mais fácil e funcional. Estabelecer um controle é uma tática primordial do início à execução das atividades – assim dá para realizar ajustes, correções e até mudanças latentes no cronograma. Tenha em mente que, quando se trata do mercado, consumidores e todos os fatores participantes, as incertezas são comuns, assim como a alteração de diversos cenários.

Imagine se surge um novo concorrente direto, uma publicidade não é bem aceita, um serviço não cumpre suas expectativas... Infelizmente isso acontece e nem sempre o resultado é proveitoso. Portanto, com um controle baseado em análises quantitativas – você deve ter tudo documentado, detalhado e mensurado – é possível ter mais segurança, tomar decisões assertivas e delimitar os melhores investimentos.

Planejamento sem equilíbrio e gestão não funciona, para atingir o sucesso é preciso se atentar a todos os detalhes, por isso toda a equipe envolvida deve se envolver ao máximo no projeto.

Vistas todas essas análises e pontos, a realização do Curso Online Plano de Marketing torna-se uma necessidade não só para os atuantes no setor de marketing e comunicação, mas também para todos que pretendem seguir carreiras como administração, contabilidade, economia e até gestão de pessoas. A versatilidade na qualificação rende um ótimo diferencial e traz ganhos essenciais à formação profissional, e para se capacitar, atualizar e aperfeiçoar, nada melhor do que contar com um excelente curso online.

Além de compreender o que é plano de marketing, com os cursos online você se inteira em infinitos assuntos coligados a esse tema. Ao se inscrever no Centro de Estudos e Formação, o aluno tem acesso a todas as opções disponíveis no Pacote Master por um ano inteiro – basta investir uma taxa única de R$69,90 e iniciar seus estudos com os melhores cursos a distância do mercado.

Não há mensalidades e nem valores exorbitantes. Com cursos online com certificado, você se qualifica quando e onde quiser, com total praticidade e autonomia. Vale a pena aderir a essa proposta e fazer sua matrícula agora. Se tiver dúvidas, deixe um comentário. Gostou? Compartilhe o conteúdo em suas redes sociais. Boa sorte e até breve.